sábado, 23 de abril de 2011

TEATROS PARA O DIA DAS MÃES

DIA DAS MÃES

Esquete que apresenta um desfile das mães bíblicas como exemplos, não teríamos exemplos melhores.

PERSONAGENS – Dirigente, Narradora, Eva, Joquebede, Noemi, Isabel, Maria – as mulheres da Bíblia devem estar caracterizadas à moda antiga judaica e se apresentarão, uma a uma, a medida que a narradora disser o seu nome.
DIRIGENTE – Maio é o mês do lar! Durante os dias deste mês, nossa atenção está voltada para a família , para o lar onde vivemos em amor com os nossos queridos familiares.
Para que um lar seja feliz, é preciso que Cristo viva no coração de todos os seus componentes; é necessário que a Palavra de Deus seja lida e que seus ensinos preciosos sejam observados.
Hoje, veremos algumas mães da Bíblia, ensinando-nos lições importantes para os nossos lares.
MÚSICA – Hino “Amor no Lar” – duas primeiras estrofes (nº 395 HNC) – pelos assistentes
NARRADORA – (em pé, com uma grande Bíblia na mão, abrindo-a em Gênesis 2 , fala)
EVA – a primeira mãe do mundo! – “Disse o Senhor Deus: Não é bom que o homem esteja só: far-lhe-ei uma auxiliadora que lhe seja idônea. Então, o Senhor Deus fez cair pesado sono sobre o homem, e este adormeceu; tomou uma das suas costelas e fechou o lugar com carne. E a costela que o Senhor Deus tomara ao homem , transformou-a numa mulher.”
EVA – Quando os meus olhos se abriram e pela primeira vez contemplei o mundo, senti o peso que sobre mim caía. A mim foi dada a responsabilidade de trazer vidas ao mundo. Pensei muitas vezes no que de mim seria dito pelas mães do futuro. Achariam elas que a educação dada a Caim foi defeituosa? Ou se lembrariam mais de Abel? Eduquei-os nos caminhos do Senhor. Infelizmente, Caim procedeu de maneira inversa, razão de seu erro e seu pecado. Alegro-me, no entanto, porque o Senhor se lembrou de mim e me deu a Sete em lugar de Abel. E recordo-me bem que, a partir daquele dia, o nome do Senhor começou a ser invocado. E, então, eu, a primeira mãe do mundo, orgulhei-me de ser MÃE!!!
NARRADORA – (abrindo a Bíblia no livro de Provérbios) – JOQUEBEDE - educou seu filho no caminho de Deus – “Ensina a criança no caminho em que deve andar, e, ainda quando for velho, não se desviará dele.”
JOQUEBEDE - Quando fui obrigada a lançar meu filho às águas, não compreendia, a princípio, porque tinha de fazê-lo. Afinal de contas, todas as mães têm o direito de acalentar seus filhos. Nós, do povo judeu, não tínhamos esse direito. Nossos filhos eram arrancados de nossos braços. Mas Deus tinha um propósito para meu filho Moisés. O Senhor esteve comigo e eu sempre estive com o Senhor. Ele providenciou para que eu educasse Moisés e eu o ensinei a viver em palácios, mas a não se deixar envolver pelos enganos da riqueza. Meu filho foi um grande líder, temente a Deus.
NARRADORA – (abrindo a Bíblia e Provérbios 31) – NOEMI – inspirou confiança e sinceridade – “Mulher virtuosa, quem a achará? O seu valor muito excede o de finas joias A força e a dignidade são os seus vestidos. Fala com sabedoria e a instrução da bondade está na sua língua.”
NOEMI – Quando Malom e Quiliom faleceram, minhas noras não se sentiram constrangidas a permanecerem comigo. A confiança e a sinceridade sempre reinaram entre nós. Órfã foi sempre mais calada, é verdade, mas temos que considerar que seu temperamento era assim. Órfã e Rute me amavam a sua maneira, é claro, mas me amavam. Consegui ser mãe para as minhas noras, e pude influenciar a escolha de um novo companheiro para Rute – Boaz, pai de Obede, avô de Jessé, que foi pai de Davi, ancestral de Jesus.
NARRADORA - (mesma atitude - Pv 14) – ISABEL – alegrou-se em ser mãe – “A mulher sábia edifica a sua casa., mas insensata com as próprias mãos a derruba.”
ISABEL - Meu coração era triste. Tinha um marido que me amava, mas não tínhamos filhos. Procurávamos viver sempre diante de Deus, Certo dia, fomos visitados pelo anjo do Senhor e a nós foi dada a graça de sermos pais da “Voz Que Clama“. Na comunhão que mantínhamos com o Senhor, soubemos da sua missão e o educamos para realizá-la. Do nosso filho foi dito: “Entre os nascidos de mulher, ninguém apareceu maior do que João Batista”.
NARRADORA – (mesma atitude – Lc 1) – MARIA – compreendeu os planos de Deus para sua vida e para a vida de seu filho – ”Aqui está a serva do Senhor; que se cumpra em mim conforme a tua palavra. A minha alma engrandece ao Senhor e o meu espírito se alegrou em Deus, meu Salvador, porque contemplou na humildade da sua serva. Pois desde agora, todas as gerações me considerarão bem-aventurada”.
MARIA – Senti sobre mim a grande responsabilidade de guardar em meu ventre o Filho de Deus. De ser mãe terrena de Jesus Cristo, aquele que veio para dar a salvação a todos quantos creem. Compreendi, desde cedo, a minha missão, e procurei a ajuda de Deus na execução desta grande tarefa. A oração foi minha principal arma para que saísse vitoriosa.
DIRIGENTE - Acabamos de assistir a um desfile de mães da Bíblia e isso nos alegra porque elas contaram suas experiências para as mães de hoje. A pureza do corpo, da mente e do espírito são importantes para a missão da mulher. As mães precisam depender de Deus: ter comunhão íntima com ele, reconhecer suas limitações, e ter a certeza de que Deus está ao seu lado, pronto para atendê-las em todos os momentos, no lar ou fora dele.
MÚSICA – Hino “Amor no Lar” –três últimas estrofes (nº 395 do HNC) – por todos os presentes.
http://www.teatrocristao.net/texto/dia_das_maes



MÃO DE MÃE

Esquete pra ser apresentada junto com as crianças. Fala do reconhecimento do filho caçula, pelo trabalho, carinho e proteção que recebe pela mão de sua mãe.
Personagens : NARRADOR, MÃE, FILHO1, FILHO2, FILHO CAÇULA
Desenhos na cartolina - Carrinho, Bicicleta, Mão, Vídeo-Game, Boneca
NARRADOR: : Certa vez uma mãe para testar seus filhos resolveu fazer o seguinte:
(entra a mãe e vê os dois filhos sentados na frente da igreja.)
MÃE: Meus filhos gostaria de saber de vocês o que querem ganhar de presente.
FILHO1: Hum deixa eu ver....
FILHO2: Deixa me pensar mamãe.
FILHO CAÇULA: Eu já sei o que vou desenhar.
NARRADOR: - Com certeza a mãe já estava pensando o que seus filhos iriam pedir: carrinho com controle remoto, vídeo-game, bonecas... e as crianças começaram a desenhar o presente que tanto queriam.
( Os desenhos deverão estar prontos, de um carrinho, boneca, vídeo-game, etc.).
FILHO1: Vem ver mãe, o que nós desenhamos.
FILHO2: São os presentes que nós queremos.
FILHO CAÇULA: É só desenhei um...
MÃE: Nossa que lindos, um carrinho, uma boneca, um vídeo-game, tem até uma bicicleta, mas espere um pouco, quem fez esse desenho?
NARRADOR: Naquele momento a mãe encontrou algo bem diferente do que ela havia pensado, um presente diferente dos demais.
MÃE: Vamos crianças me digam quem fez esse desenho.
(escondendo o desenho da plateia)
FILHO1: Deixa eu ver mamãe...
FILHO2: Deixa eu ver também...
FILHO1: Foi o Zezinho mamãe
FILHO CAÇULA: Fui eu sim, você gostou?
MÃE: Mas filho isso é apenas o contorno de uma simples mão!
(Mostrando o desenho para o publico)
NARRADOR: Naquele momento o menino não respondeu nada, e aproveitando a ocasião, a mãe resolveu perguntar como eles interpretavam aquele desenho.
MÃE: Meus filhos me digam uma coisa, como é que vocês interpretam o desenho dessa mão?
FILHO1: Acho que a mão de Deus nos dando comida.
FILHO2: Porque tem muitas encomendas do Papai Noel nessa época do ano.
NARRADOR: Finalmente depois de uma série de respostas ela se aproximou-se de seu filho caçula e lhe fez a seguinte pergunta:
MÃE: De quem era a mão de desenhara?
FILHO CAÇULA: É a sua, mamãe.
NARRADOR: Ela então se lembrou de quantas vezes tinha levado o menino pela mão. Embora fizesse o mesmo, com as outras crianças, talvez aquilo significasse muito para ele
MÃE: Sabe crianças nunca tinha pensado que minha mão fosse tão importante.
FILHO CAÇULA: Por Favor, faça com que ela continue trabalhando também durante o próximo ano. Pois suas mãos mamãe, são a coisa mais importante para mim. Quero Ter o mesmo presente no Natal do ano que vem, pois eu sempre vou precisar delas, passe o tempo que passar eu sempre vou precisar de você.

http://www.teatrocristao.net/texto/mao_de_mae

Um comentário:

Maristela disse...

Olá! Que legal este teatro, vou recomendar no meu blog, ok?
Bjos.